A cidade de Tóquio. Durante os longos anos 80, Tóquio foi atacada dezenas de vezes por monstros gigantes na TV.

Isso virou uma marca registrada. Hoje ninguém tem dúvida: Tóquio não se incomoda com o trânsito, com os apartamentos pequenos ou com o envelhecimento da população. Seu problema são os monstros gigantes.

Da mesma forma, os problemas do Rio de Janeiro não são a baixa qualidade das escolas e a falta de médicos na rede pública. Aqui, o importante é fazer obras e licitar linhas de ônibus. Isso é o que resolve todos os problemas.

Os seriados japoneses não eram tão engraçados quanto nossa propaganda política. Mas eram, certamente, menos destrutivos.

Monstro eleitoral francês (do Museu Rodin).

Anúncios