Sem povo na rua (eu mesmo, não vou)

novembro 2, 2015

No vídeo anexo à matéria neste link, o presidente da MCM Consultoria, Cláudio Adílson Gonçalves, lembra que o “povo na rua”, em grandes protestos, poderia pressionar o Congresso e acabar com o impasse que trava a política brasileira hoje em dia.

Mas, se depender disso, o impasse vai continuar.

Depois de ser dispersado a cacetadas, atingido por balas de borracha, de inalar gás lacrimogêneo e de ver supostos organizadores de protestos serem autuados e presos em tempo recorde, ninguém quer mais protestar.

Se ainda tivesse adiantado alguma coisa… Mas Dilma, Alckmin, Pezão, Beto Richa e outros se reelegeram.

Não há liberdade de manifestação no Brasil. Mas, se enfrentar a repressão aos protestos tivesse mudado alguma coisa, talvez alguém ainda se arriscasse.

Cláudio Adílson se orgulha de prestar consultoria à ministra Katia Abreu, líder ruralista ultraconservadora.

Os conservadores, que comemoraram o espancamento de manifestantes em 2013 (quando se acreditava que os protestos afetariam as eleições de 2014) não podem, agora, torcer para que as passeatas voltem.

E não torcem. Alguns deles, até hoje, se esforçam para tipificar a participação em protestos – ou a quebra de uma vidraça – como ato de terrorismo.

Resumindo: depois de reprimir protestos – com violência – não dá para clamar por eles como solução para os problemas da política brasileira.

A inflação vai espremer os salários, o desemprego vai aumentar, mas o povo não vai voltar para as ruas, nem que a Globo passe Anos rebeldes de novo em horário nobre.

O povo, escultor egípcio ultra conservador anônimo, 2500 A.C.

“O povo”, escultor egípcio ultraconservador anônimo, 2500 A.C.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: