Por que ler os clássicos

dezembro 17, 2014

Clássicos são livros que mudam até o que foi escrito antes deles.

Depois de ler um clássico – se for mesmo um clássico – você não vai conseguir ver com os mesmos olhos o que foi escrito antes.

Isso vale para literatura, mas vale mais ainda para as ciências e para coisas mais  ou menos científicas, como Economia.

Pensei nisso esta semana vendo um vídeo do analista de risco Nassim Taleb e do psicólogo Daniel Kahneman. Sempre achei Taleb um bom analista, mas coube a Kahneman, Nobel de Economia e especialista em escolhas e preferências, lembrar a Taleb que ele, Taleb, é um conservador – e que o que propõe é interessante para quem já tem uma boa conta bancária (mas inviável para a maior parte da população).

Esse comentário – rápido e discreto, no meio de um vídeo de mais de uma hora – me soou duro e certeiro. Mas soou assim graças a um outro teórico, Thomas Piketty, que mapeou a concentração de patrimônio e mostrou que a maior parte da população não tem nenhum: tem saldo zero na poupança ou até dívida, nem sonha em ter ações ou imóveis.

Para esses leitores descapitalizados, as recomendações de Taleb são bem menos aproveitáveis.

Os livros de Taleb, escritos antes, se tornaram menos interessantes depois da publicação de O Capital no Século XXI – desde já, um clássico.

piketty

Dois clássicos e um

bom livro.

bom livro.

.

  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: