Pra frente Brasil!, ou, o que você não vai ver na TV

maio 27, 2014

O mundo não para durante a Copa. Políticos continuam desviando verba, acidentes de trem continuam matando gente na Índia e a inflação continua subindo. Mas boa parte disso é posta de lado (ou espremida em um bloquinho do telejornal) para dar lugar a longas matérias sobre o quarto do hotel onde ficará o time X, ou a cidade sede que receberá a seleção Y.

Se, na economia, os tempos atuais lembram os do general Geisel, no noticiário, começam a ficar parecidos com os de Médici.

Pode ser amostra pequena, mas minha impressão – andando pelas ruas e conversando com amigos – é que as pessoas estão muito menos dispostas a ver detalhes sobre os detalhes da Copa, estão muito menos animadas a decorar avenidas e vielas do que a TV dá a entender.

Perto de casa, o único canto com bandeiras e bandeirinhas nos postes foi decorado pelos camelôs – que vendem bandeiras e bandeirinhas bem embaixo da decoração.

Minha impressão é de que a imprensa não está indo atrás “do gosto do público”, como seria razoável que fizesse. Ela está empurrando um produto – e deixando de lado o serviço de informar, tão precioso em épocas pré-eleitorais.

Arthur Rimbaud e Paul Verlaine (canto esquerdo) discutem a atuação do time da França.

Paul Verlaine e Arthur Rimbaud  (canto esquerdo) discutem a atuação do time da França.

 

Paul Verlaine

Anúncios

Uma resposta to “Pra frente Brasil!, ou, o que você não vai ver na TV”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: