Ajuda aos piratas

fevereiro 25, 2013

cochranAs patentes foram inventadas na Inglaterra, na época da Revolução Industrial.

A ideia era garantir ao inventor de qualquer coisa o direito de colher os benefícios de sua invenção. Com as patentes, mais pessoas poderiam se dedicar a criar coisas novas em vez de ter que trabalhar do jeito de sempre para garantir o pão de cada dia. Com elas, bolar tecnologias novas valia mais a pena.

Com os direitos autorais foi parecido. Mais gente podia se dedicar a escrever – podia pensar em viver (ou ganhar uns trocados) com isso.

Os editores de livro também tinham um papel nessa história: formatar e distribuir os livros.

O curioso é que isso mudou muito de uns tempos para cá. Formatar e distribuir ficou barato (graças aos programas de edição e à internet) e muitos editores passaram a se dedicar ao trabalho oposto ao que tinham: o que fazem hoje é, em vez de difundir, travar, impedir o acesso a livros e artigos acadêmicos pela internet.

Eles policiam sites e fazem o possível para garantir aos herdeiros de um bom acadêmico o direito de ganhar uns trocados vendendo por mais de R$ 300 cada cópia de Sampling Techniques, ótimo livro de estatística publicado nos anos 50 (e reeditado nos 70).

Desnecessário dizer que o objetivo de patentes e direitos autorais não era bem esse. A ideia era estimular a produção, não restringir o acesso.

A primeira edição de Sampling Techniques tem mais de 50 anos. O autor, William G. Cochran, morreu  há mais de 30 – e dificilmente concordaria com um preço desses (autores gostam de ser lidos). Se o livro custasse R$ 50 eu nem diria nada, mas US$ 162,49 é uma péssima piada.

Depois as editoras se espantam por as pessoas piratearem PDFs.

A propósito: como os herdeiros do autor estão contrariando o espírito (embora não a letra) da lei, os piratas podem deixar de lado qualquer sentimento de culpa: não é eticamente errado combater um abuso de monopólio. E sim, mais de R$ 300 por um livro anos 50 é abuso.

Se alguém, por acaso, encontrar um PDF deste, por favor…

Anúncios

Uma resposta to “Ajuda aos piratas”

  1. rmoraes said

    Só pra registrar: é desse tipo de coisa que estou falando:

    http://www.tandfonline.com/doi/pdf/10.1080/01621459.1999.10473841

    O link a cima é para um artigo acadêmico publicado no século passado (XX). O acesso às 11 páginas do texto custa US$ 44.

    Para quem estuda ou precisa usar pesquisa científica para trabalhar, é uma tragédia. Óbvio que não vou pagar. Vou perder mais tempo tentando encontrar a derivação da fórmula em algum site sobre estatística…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: