Príncipe regente, ou, cadê os manés?

fevereiro 1, 2012

Nos livros de História do colégio, a família real chega ao Rio de Janeiro despejando as famílias cariocas – que teriam suas casas ocupadas por nobres portugueses. As portas das melhores casas eram marcadas com as iniciais P.R. – que indicavam ao morador que tinha que ir para outro canto.

Hoje, com a alta delirante do preço dos imóveis – seguida pela de preço dos aluguéis – o efeito é parecido: moradores de vários bairros do Rio,  quando vêem seus contratos de aluguel vencer ou quando pensam em comprar um imóvel, têm que ir para longe, têm que se mudar para outro canto.

Mas, se no século XIX os cariocas sabiam quem os estava despejando, agora, isso não está tão claro.

Afinal: quem está pagando por esses aluguéis mais caros? Quem tem renda para pagar R$ 3.500 por mês por um aluguel de apartamento no Flamengo? Quem é o mané que paga R$ 800 mil por esse apartamento? Quem está botando o P.R. nas portas?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: