O estouro da bolha?

maio 13, 2011

Por quanto tempo corretoras e construtoras vão conseguir empurrar imóveis a preços astronômicos para um público que achou que sua renda fosse subir para sempre?

Por pouco tempo. Pelo menos é essa a impressão que fica depois de ver o caderno especial “Mercado imobiliário” do Estadão de hoje. Não, o caderno não diz que a bolha de preços dos imóveis estourou – e também não sai da rotina de entrevistar donos de construtoras que juram que os preços atuais são perfeitamente razoáveis. O curioso é que todas as páginas ímpares do caderno têm propagandas de página inteira de alguma construtora, quer dizer, todas menos uma – que tem a propaganda de página inteira da Caixa Econômica.

Esperar isenção de um jornal tão bem patrocinado é querer demais, mas a despesa ímpar com anúncios pode indicar que vender apartamentos já não é tão fácil quanto alguns meses atrás.

Agora que a inflação engole a renda dos consumidores com mais vontade, pegar empréstimo na Caixa para comprar apartamentos a preços nunca antes vistos na história do país pode começar a parecer uma idéia pior do que já era. Mesmo a velhinha ultraconservadora (que teve a poupança confiscada no plano Collor e só investe no que pode ver e pegar) vai achar que é demais.

Já é tempo de os preços começarem a cair.

E essa profusão de propaganda das construtoras pode ser um sinal de fim da bolha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: