Para todos os lados

março 26, 2011

Não gosto de ver impostos subirem por decreto de um dia para o outro. As mudanças fiscais deviam ser como as eleitorais: só valer para o ano seguinte.

Mas o que me espanta não é o modo como o aumento (de 2,38% para 6,38%) no Imposto sobre Operações Financeiras nas compras com cartão de crédito no exterior foi feito. O espantoso é que ele prova que o governo está atirando para todos os lados: chega ao ponto de adotar medidas contraditórias – que se anulam, em parte.

O governo tem gastado dezenas de bilhões de reais todos os meses para segurar a cotação da moeda em torno de R$ 1,66 por dólar. São bilhões de dólares comprados com dinheiro que o governo não tem, que pega emprestado a juros de  11,75%  ano ano. Os dólares comprados são aplicados no exterior a uma taxa bem menor. A diferença de taxas, multiplicada pelos quase US$ 300 bilhões de dólares aplicados pelo governo no exterior, é paga pelo contribuinte.

Bom, se quer mesmo segurar o câmbio (o que é uma política discutível…) o governo deveria estimular as importações, deveria estimular as pessoas a comprar importados, a comprar dólares, pois isso faz o preço do dólar subir. O aumento de IOF sobre compras com cartão no exterior cria exatamente o estímulo oposto.

A mensagem implícita (implícita?!) é: “Não comprem dólar! Só quem compra dólar aqui é o governo! por pior que isso seja para o caixa do Tesouro Nacional.”

Livros da Amazon com mais imposto...

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: