Festas e apoio a tudo que me contraria

dezembro 20, 2010

Esbarrei hoje em uma grande comemoração da UNE. Só não tropecei – literalmente – na comemoração porque um segurança contratado me desviou do caminho. “Tem que ir por fora”, ele disse, apontando para o outro lado da rua.

Eu estava na Praia do Flamengo, em frente à futura sede da UNE. Depois de desviar de dois carros com parabólicas e ver o outdoor, os balões coloridos e toda a parafernalha montada para a comemoração, comecei a pensar no que significam os mais de R$ 30 milhões transferidos pelo governo federal à União Nacional dos Estudantes (com promessa de mais no ano que vem).

A UNE é uma dessas associações de classe criadas na Era Vargas. Hoje, ela serve principalmente para emitir carteirinhas de estudante e para abrigar a UJS a União da Juventude Socialista.

Há décadas, a UJS – braço infanto-juvenil do PC do B – é quem manda na UNE. Como o PC do B é aliado do PT, a UNE simplesmente ficou quieta durante o governo Lula. Recebeu verbas e não fez barulho, nem uma passeatinha. Eles não falam sobre o PISA ou sobre os outros indicadores de qualidade da educação no país. Isso é bobagem. O que a UNE tem a ver com educação?

Tudo isso é só para dizer que não vejo nenhum motivo para construir um prédio para a UNE. Deviam vender o terreno e usar o dinheiro para contratar professor, comprar remédio para hospital público, contratar policial para UPP, qualquer coisa que atenda as necessidades mal atendidas da população. Mas – em vez de vender o terreno – vão enterrar mais dinheiro público nele.

A UNE não é governo, não é administração pública. Isso quer dizer que as obras serão contratadas sem os critérios que a administração pública tem que seguir. Mas, mesmo que o prédio fique pronto, mesmo que fique pronto sem nenhum escândalo contábil, mesmo que seja melhor administrado que a antiga sede da UNE (caindo aos pedaços na Rua do Catete), para que isso vai servir?  Vai servir para que eles tenham mais infraestrutura para organizar suas campanhas contra tudo que eu considero boa política pública (contra privatizar estatal, contra cortar gasto público…).

Quer dizer, é dinheiro público entregue a um grupo que faz campanha política. Não há nenhuma lei contra isso? Isso passou pelo Congresso? Ainda dá para vetar (ou adiar eternamente) o depósito do dinheiro?  Por que só saiu na TV depois que o dinheiro foi liberado? Não era agora que o governo ia apertar o cinto para poder baixar os juros? Se for desse jeito, vão ter que soltar verba para o gasto corrente, porque dar dinheiro para a UNE e vetar contratação de professor é muito descaramento (adeus ajuste fiscal).

Breve, no Flamengo, a maior central de emissão de carteirinhas de estudante do país (e talvez do mundo!).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: