Vendo o que se quer: Meirelles no Banco Central

novembro 22, 2010

Quando o que se acha que vai acontecer começa a ficar muito parecido com o que se quer que aconteça é porque nossa previsão de futuro está errada. Alguns dos melhores economistas do país achavam que Henrique Meirelles ia continuar na presidência do BC no próximo governo. Achava porque… porque isso seria bom.

Mas esperar que o mesmo governo que confirmou Guido Mantega para a Fazenda mantivesse o presidente do BC porque isso seria bom para a economia já cai na categoria do que os anglófonos chamam de wishful thinking, já é mais torcida que previsão.

A previsão – agora que Meireles não vai mesmo ficar – é de alta da inflação. Se o futuro governo não garante a autonomia do Banco Central e nomeia para a Fazenda um defensor de subsídios, gastos altos e juros baixos, a única coisa a esperar – para desgraça geral – é a volta do dragão (e o aumento da dívida pública e a queda na produtividade da economia).

Da série "primeiras medidas do novo governo": demitir o amansador de dragões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: