Trouxa de chocolate

julho 12, 2010

Assim que descobriu a revolução da “vida moderna”, a indústria decidiu acompanhar os “novos hábitos” do consumidor, iniciando o milagre do encolhimento dos produtos. O biscoito recheado perdeu 20 gramas (de 200 para 180), o iogurte perdeu 20 mililitros (de 200 para 180), o papel higiênico perdeu 10 metros (de 40 para 30). O sabão em pó também quis embarcar na era do comedimento, com uma lipoaspiração de 100 gramas, mas aparentemente donas e donos de casa têm uma relação afetiva com as caixinhas de 1 quilo, e a mudança não colou.

Confrontada (timidamente) por autoridades, órgãos de defesa do consumidor e imprensa, a indústria sempre se saiu com uma variedade de desculpas, que iam da sociologia barata à matemática revolucionária. Do outro lado do balcão, o consumidor se via – ou se dizia – indefeso diante do livre mercado, ainda que um livre mercado com indícios de cartelização.

(Aparentemente não ocorreu a ninguém perguntar por que as multinacionais responsáveis por muitos desses produtos nunca se interessaram em exercer essa liberdade de miniaturização nos mercados americano e europeu.)

Até aí tudo bem. Sem mortos ou feridos, ao menos conhecidos, a vida seguiu seu curso natural: a indústria faturando alto com o espetáculo do crescimento e o consumidor naquela eterna marolinha de indignação.

Mas eis que o sujeito entra no supermercado, em pleno ano de 2010, e dá de cara com a novíssima promoção da Garoto: 20 gramas de chocolate GRÁTIS nas barras de 180 gramas!

Era tudo de que o homem – e a mulher – moderno precisava: uma barra de chocolate de 200 gramas. E sem pagar nada a mais por isso!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: