Civilização, ou, a diáspora brasileira

outubro 21, 2009

Há tempos não via as notícias de esporte na TV. Hoje, não sei por quê, assisti. Passaram um bom tempo mostrando gols e passes de jogadores brasileiros em times europeus. São nosso migrantes. Mas não são os únicos. De minha turma de faculdade (cerca de 30, formados em 1999) sei de sete que hoje moram fora do país. Há mais uma que foi e voltou. Também tenho parentes migrantes.

São todos muito bons no que fazem e todos queriam bastante sair daqui. As agruras cariocas de todos os dias explicam um pouco esse desejo de migrar. A falta de trabalho no Rio explica outro tanto.

Não sei se o mundo lá fora é mais civilizado, se as pessoas são menos assaltadas ou se alugar um apartamento envolve menos burocracia. Mas sei que estar longe da família e dos amigos é um custo respeitável.

Para morar fora valer a pena, o benefício (o ganho em qualidade de vida) tem que ser maior que esse custo. E se for mesmo – e essa proporção de migrantes parece indicar que é – então as coisas aqui estão realmente pouco civilizadas…

Rio Sena, visto do alto da torre - 2008.

Rio Sena, visto do alto da torre - 2008.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: