Urucubaca, ou, estatísticos por natureza

outubro 7, 2009

Estamos sempre tentando associar coisas, perceber que causa leva a que efeito ou como o vento de hoje pode estar associado à chuva de amanhã.

Procuramos correlações, coisa de estatístico. A diferença é que os estatísticos admitem isso e tentam refinar seus métodos.

E, refinados os métodos, eles podem ajudar a não fazer associações erradas, a não procurar explicações mirabolantes para o dono do partamento não renovar o contrato de aluguel, o carro dar defeito, o computador ter vírus e eu ser alvo de rejeitos de passarinho (o que me lembrou A igualdade é branca), tudo na mesma semana.

Placa associada à presença de pessoas sem sorte

Placa associada à presença de pessoas sem sorte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: