Zélia

maio 27, 2008

Cada presidente tem a Zélia que merece. A de Lula, tudo indica, se chama Guido Mantega.

Collor foi impeachado, principalmente, pelo delírio de confiscar a poupança da classe média – sem entregar a inflação baixa que prometeu. A corrupção à PC foi um detalhe.

Lula, no primeiro mandato, pareceu ter aprendido com os exemplos: viu a inflação queimar Sarney e Collor e a viu – baixa e controlada – eleger FH duas vezes.

Agora, depois de muitas evocações de Mantega, a inflação está voltando.

O desejo – enorme – de dar subsídios aos empresários amigos – e de criar políticas que gerem doações de campanha no futuro – parece guiar cada passo do ministro da Fazenda.

Mas esses “benefícios políticos” têm que ser pesados contra os custos políticos de deixar a inflação comer a renda dos assalariados.

Quem tem o aluguel corrigido pelo IGP-M já sentiu a pancada. Quem gasta boa parte da renda com comida, também.

E a inflação, diferente do crescimento econômico, é rápida, se faz sentir em poucos meses.

Se a popularidade presidencial começar a descer dos cumes aonde chegou, a explicação será simples, será o chavão do marqueteiro James Carville:

– É a economia…

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: