Moscones

fevereiro 6, 2008

Não consigo evitar. Desde que surgiu a larva deste blog minha mente faz uma associação automática entre moscosos e aspones. A explicação óbvia – sermos de fato aspones – é inverídica. Portanto, precisarei de mais tempo para refletir sobre o tema, em extenuantes sessões de auto-análise.

No ínterim, trago para debate, sem nenhuma razão aparente, dados interessantes publicados pelo Correio Braziliense na última quarta-feira, 30 de janeiro, em matéria revelando que as mulheres ganham mais do que os homens no Distrito Federal:

“A justificativa para o bom resultado das trabalhadoras nas duas unidades da federação, segundo análise de especialistas do ministério, é a forte presença do estado como empregador. Em Brasília, pelos números da Rais, 41,6% dos trabalhadores com carteira assinada estão no serviço público. No Amapá o número é ainda maior, de 43,3%, e mais que o dobro da média nacional, de 21,9%. “A presença do setor público na economia é muito grande nesses locais e os salários mais altos do setor público acabam puxando a média para cima”, justifica o diretor de qualificação do ministério, Ezequiel Nascimento.”

Anúncios

3 Respostas to “Moscones”

  1. Ricardo M. de Moraes said

    Tem uma maldade estatística nessa matéria. É perfeitamente normal as mulheres ganharem mais que os homens se elas estudarem mais do que a gente. E elas estudam. A escolaridade média das mulheres é maior que a dos homens na maior parte do país.

    O estranho é elas não ganharem mais no país todo – estranho e último grande argumento das feministas.

    Mas a tendência parece ser a de elas, aos poucos, ganharem espaço e nos ultrapassarem. Onde o critério de seleção é o mérito (concurso), vão nos passar ainda mais rápido.

  2. Sergio said

    Com excessão das lésbicas e das assexuadas, mulher gosta de homem. Isso, por si só, acaba justificando os salários mais baixos. Qualquer um que seja burro o suficiente para preferir se deitar com um macho não pode ser esperto o bastante – merece ganhar menos. O DF e o Amapá devem estar cheios de sapatonas.

  3. Carol said

    Socorro. Quem é esse Sérgio?
    A explicação do cara do ministério me convenceu mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: